A importância das Portas Corta Fogo


Nem todos sabem para que servem e como são as portas corta-fogo. Além de obrigatórias, devem seguir a norma NBR 11.742/saída de emergência e devem ser fabricadas por empresas certificadas junto a órgãos ligados ao INMETRO.


Mas, para garantir a eficácia, as PCFs (portas corta-fogo) devem, obrigatoriamente, estar em bom estado de funcionamento, seguindo as determinações da Norma.

É importante salientar que, nos condomínios residenciais, essas portas são necessárias para a segurança dos moradores. Em caso de incêndio, são elas que mantêm o fogo isolado, evitando que se alastre a outros andares.


As portas corta-fogo são de fundamental importância no combate a incêndios. Elas impedem a propagação das chamas, possibilitam a fuga por meio das escadas de emergência e facilitam o acesso das equipes de socorristas e do corpo de bombeiros.


De acordo com a legislação vigente, NBR 11742, é terminantemente proibida a utilização de calços ou outros obstáculos que impeçam o livre fechamento das portas corta-fogo, dispositivos estes que danificam a mola e impedindo o seu fechamento. “As portas devem permanecer sempre fechadas, mas nunca trancadas, facilitando assim que toda a população abandone a edificação em caso de sinistro.


Ainda, conforme a NBR 11742, a manutenção das portas deve ser mensal e semestral e devem ser executadas pelo fabricante ou por empresas credenciadas por ele.




0 visualização0 comentário