Portas corta-fogo: bloqueio passivo e importante!



Uma das características de um incêndio em edificações é a rapidez com que as chamas e a fumaça se alastram pelos compartimentos. Para bloquear a ação do fogo existem materiais/equipamentos como, por exemplo, portas corta-fogo, que têm como objetivo bloquear a propagação do incêndio, evitando que o fogo atinja outros recintos, protegendo vidas humanas e patrimônios.


Segundo especialistas, sempre que houver passagem numa barreira estanque classificada como corta-fogo, seja em uma compartimentação horizontal (parede, antepara, divisória) e/ou vertical (laje, convés, entrepisos), tais aberturas devem ser vedadas com portas corta-fogo.


"Seu emprego mais comum é como dispositivo de vedação instalado em passagens localizadas em saídas de emergências e escadas compartimentadas. Entretanto, as portas corta-fogo também são utilizadas em áreas de riscos industriais, comerciais e entradas de unidades autônomas, ou seja, sempre que haja necessidade de se garantir a compartimentação de áreas específicas de uma edificação ou empreendimento e a segurança de pessoas e patrimônio do local", afirma Sidney Leone, professor de Engenharia de Segurança do Trabalho da UFRJ (Universidade Federal do RJ) e consultor na área de Projetos e Gestão do Risco de Incêndio.





0 visualização0 comentário